Os Melhores Planos

[Planos de Saúde - DF][bsummary]

Mau hálito como evitar o problema

Mau álito  como evitar o problema





MAU HÁLITO
O cheiro ruim na boca é muitas vezes inevitável, seja pela ingestão de alimentos fortes como alho, cebola, pimenta, entre outros pungentes que os efeitos duram horas, como também outras doenças que atacam os dentes e causam terríveis odores na boca.

CAUSAS
As causas do mau hálito são as mais diversas incluindo cáries, baixa salivação e problemas gengivais. Não adianta pensar que apenas um chiclete ou um bochecho dá conta, em alguns casos, é preciso tratar de forma mais severa. Infecções de garganta, respiração pela boca, tabagismo e consumo excessivo de álcool são alguns fatores que favorecem o surgimento do mau hálito. O problema é tão sério que pode atrapalhar diretamente as relações interpessoais. Tão desconfortável quanto conviver com alguém que tenha mau hálito, só mesmo passar por esse problema. Mas se a higiene bucal está aparentemente em dia, como explicar o odor ruim que insiste em aparecer? Uma das possíveis respostas para essa pergunta pode ser a retração gengival. E antes que você tente esconder o mau cheiro com balas e chicletes, o especialista em halitose Maurício Duarte conta como descobrir a verdadeira causa faz toda diferença para resolver essa situação.

Em uma matéria, publicada pelo site Sorrisologia, a Periodontista Fabíola Chaves explica como tais doenças afetam a nossa boca e também as possíveis maneiras de evitá-las. Veja a seguir:

Bactérias “boas” e bactérias “más”
Em nossa boca existem milhares de bactérias cujas funções são digerir os alimentos. Essas seriam as bactérias boas, que fazem parte de nossa boca. Porém, existe também as “bactérias ruins”, que são aquelas vindas dos alimentos que ingerimos, as quais se transformam em placas bacterianas. Essas placas resultam na inflamação da gengiva, que conhecemos por gengivite, e geram o mau hálito. Fabíola conta que “As bactérias da boca metabolizam a sacarose e a transformam em substâncias alcoólicas, como o ácido láctico.
O acúmulo de bactérias causa o mau odor”. Por essa razão torna-se extremamente necessária a higienização correta, juntamente com visitar regulares ao dentista. Eliminando a gengivite Fabíola afirma que “a gengivite ocorre principalmente pela falta do uso do fio dental” e é por isso que é fundamental a utilização do fio no processo de escovação, para eliminar o acúmulo de placa bacteriana.

Vale lembrar que o alimento no meio de nossos dentes apodrece e por isso é fundamental o uso do fio e a escovação adequada, juntamente com a língua, onde fica a maioria das bactérias. “Se o mau hálito for causado pela gengivite, eliminando a doença conseguimos acabar com o mau odor” – assegura Fabíola. Por essa razão enfatizamos novamente que é extremamente necessária a visita regular ao dentista. Higiene bucal é fundamental para prevenir doenças. Fabíola alerta mais uma vez sobre a importância de higiene bucal completa, que inclui fio, um creme dental de qualidade e, caso o uso do aparelho, também as escovas ortodônticas para uma higiene mais aprofundada.

Proteger os dentes é extremamente importante para a saúde e para manter o hálito sempre fresco. Como avisar alguém sobre o mau hálito Uma pessoa com mau hálito não se dá conta do problema e por isso ela tem de ser avisada. Por esse motivo é necessário ser gentil para não agredir a auto estima do portador. Deixe claro o caráter informativo para assegurar a oportunidade de auxiliar essa pessoa a prevenir doenças e também situações mais desagradáveis.

Quem tem mau hálito, normalmente, não se dá conta do problema. A melhor atitude é avisar ao portador sobre o mau cheiro bucal de uma maneira bem honesta e gentil, sem agredir sua autoestima. Desta forma você está ajudando o amigo e ele tem a oportunidade de evitar a evolução de doenças bucais.

HIGIENE BUCAL PREVINE DOENÇAS
Para não ter nenhuma complicação, o ideal é praticar uma boa limpeza sempre. "Fazer a correta higiene oral com fita/fio e escova, duas vezes ao dia, para que todas as superfícies dentárias devem ser higienizadas", conclui. Use um creme dental que deixe aquele cheirinho fresco na boca e protege as gengivas de futuras inflamações. Não esqueça que a quantidade na escova de dentes precisa ser equivalente a um grãozinho de arroz. Seu hálito ficará sempre refrescante e bem longe da gengivite. Na presença da gengivite o odor ruim é causado pelo acúmulo de placa bacteriana. Use fio dental diariamente.

NÃO É COMUM, MAS PODE ACONTECER
Apesar de não ser necessariamente uma consequência da retração, o mau hálito pode ser influenciado por essa condição. Mais ainda, ele pode ser resultado de uma higiene deficiente, que se explica por causa do problema. “Determinados tipos de retração podem facilitar a retenção de restos alimentares de difícil remoção. Nesses casos, também pode haver acúmulo de placa e tártaro, gerando uma doença gengival que pode provocar halitose”, esclarece o dentista. Ainda segundo Maurício, outra decorrência da recessão gengival que pode levar a uma escovação mal feita é a sensibilidade. Isso porque quando a gengiva se movimenta e deixa a superfície próxima da raiz à mostra, o desconforto é inevitável. Essa dor causada pelo dente sensível também pode fazer com que o paciente não realize a higiene de forma correta, deixando mau cheiro no hálito e criando um ambiente ainda mais propício para diversos problemas bucais.

PROCURE UM ESPECIALISTA E RESOLVA A SITUAÇÃO 
E se descobrir a explicação para o problema é o primeiro passo para resolvê-lo, o segundo, de acordo com o especialista, é procurar ajuda. No caso da halitose causada pela retração, Maurício explica que é possível resolver a situação com a assistência de um profissional. “A melhor forma é corrigir a dor ou o formato da retração restaurando o dente e, ao mesmo tempo, orientar o paciente no que for necessário para que novas retrações não ocorram”. Sendo assim, procure um dentista de sua confiança e recupere a autoestima para falar e sorrir tranquilamente.

“Alimentação saudável associada a prática regular de atividade física é o segredo para prevenir uma série de doenças, porém o uso de produtos naturais não substitui a orientação médica ou qualquer tipo de tratamento.”

Visite seu médico regularmente e faça um plano de saúde".

 Orçamento Online

Veja as Tabelas de preços

Ligamos para voce

Representamos as maiores e mais qualificadas operadoras do mercado de planos de saúde no DF, trabalhamos com todas as operadoras de planos de saúde do mercado, conosco certamente você vai encontrar plano médico e Odontológico plano de saúde Individual para pessoa física ( Plano de Saúde Coletivo por Adesão) e pequena e média empresa (Planos de Saúde Empresarial)
Os melhores plano de saúde para servidor público e outras entidades em Brasília e todo DF e entorno pelo menor custo e benefício.

Ligue agora para mais informações!
Central de Atendimento
Telefone
(61) 4063-9114
WhatsApp
(61) 99845-5577

Para voltar para página Inicial Clique Aqui
Faça seu orçamento Clique Aqui

Sites do Grupo Planos de Saúde Brasília:
www.amilcorretora.com para Planos de saúde Amil no DF)
www.planosdesaudeempresarialdf.com para Planos de Saúde Empresarial no DF)
Endereço físico em Brasília:
SCS. Bloco M Lote 30 Quadra 01, Q. 1 - Asa Sul, Brasília - DF
Ed. Gilberto Salomão
02° Andar, Salas - 201/202-217/218
Brasília / DF
Cep- 70305-900